domingo, 20 de dezembro de 2009

Feliz 2010



segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Rio 2016 - Viva sua paixão!

Olá amigos e amigas,
Gente, a emoção foi muito grande nos últimos dias. Na sexta foi uma angústia enorme. Acordei pensando em Jogos Olímpicos, correndo liguei o rádio e a TV e ainda consegui pegar um pouco do discurso do Presidente Lula. Fui trabalhar com meu amuleto da sorte, a camisa autografada por atletas brasileiros do Pan Rio 2007. A estendi na janela da minha sala de trabalho junto ao mural com fotos do Pan
Consegui um tempo para acompanhar o resultado parcial. O Rio estava na Final com Madri. Às 13h50m seria o resultado. 13h20 minha irmã, Neuza, liga e me avisa de uma encomenda que acabara de chegar em sua casa. Eram as camisetas oficiais da Rio 2016 que tinha pedido no dia 24/09. Fui correndo a sua casa. Chegando, minha Mãe, Dona Geni, já estava no sofá em frente a TV. Só deu tempo de vestir a camiseta amarela com detalhes verdes. Era chegada a hora:



A Felicidade tomou conta de mim, pulei como tivesse vibrando um gol na final da Copa.
A Cidade Maravilhosa vai sediar o maior Jogos Olímpicos de todos os tempos.
Confira abaixo o vídeo que foi apresentado no COI.



Vídeo de persuadir na alma. O coração treme de emoção!
Confira agora a apresentação do Plano Rio 2016, muito bem estruturado e claro.



A Barra da Tijuca vai se transformar. Muitas obras serão realizadas, somando-se às instalações que foram do Pan Rio 2007.

O momento mais marcante foi o pronunciamento do Presidente Lula. Orgulhoso de ser Brasileiro e convicto do que somos capazes. O Rio deve muito a esse discurso, já que em 2007 uma parcela da sociedade carioca arquitetou uma vaia na Cerimônia de Abertura do Pan. O que impediu Lula de declarar a abertura dos Jogos.
Demonstração de civilidade e amor a pátria, acima de qualquer rancor.

Vamos ao discurso:


Segundo Lula, com essa vitória o Brasil consegui sua Cidadania Internacional.

Eu já estou cadastrado como voluntário para 2016. Se você pretende se somar a milhares de pessoas apaixonadas pelos Jogos Olímpicos, acesse www.rio2016.org.br e cadastre-se como voluntário.

Viva sua Paixão!

Felicidades.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

CESAR MAXIMUS


Não teve pra ninguém nos 50m e 100m livre, no Mundial de Esportes Aquáticos de Roma. César Cielo foi ouro nas duas provas é o
Novo Recordista Mundial dos 100m livres (46s91).

Cesar Cielo também pode acrescentar mais dois dados históricos ao seu já recheado currículo. Ele é apenas o segundo nadador a ganhar os 50m livre nas Olimpíadas e no Mundial e terceiro nadador na história dos mundiais da Federação Internacional a ganhar na mesma competição os 50m e 100m livre.


Melhor participação do Brasil de todos os tempos

O Brasil encerrou neste domingo, 2/08, a sua melhor campanha na história do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos. O país conquistou quatro medalhas (duas de ouro, uma de prata e uma de bronze), 18 finais na natação, um recorde mundial, nove recordes de campeonato, seis tempos das Américas e 33 novas marcas sul-americanas.
Foto:


A festa começou com Poliana Okimoto ganhando o bronze nos 5 quilômetros de maratonas aquáticas e quebrando um jejum de 15 anos do Brasil fora do pódio mundial. A delegação contou ainda com um número inédito de finais no nado sincronizado, cinco em seis provas, e colocações também mais altas. Os saltos ornamentais conseguiram, com César Castro, entrar no grupo dos cinco melhores do mundo. No polo aquático, Camila Pedrosa terminou como vice-artilheira da competição, com 16 gols, empatada com a grega Angeliki Gerolimou e a espanhola Gil Blanca.



Um resultado que colocou a nação entre os principais da natação internacional - em oitavo lugar - e entre os ‘top 10’ de todos os esportes aquáticos.



Fonte: www.cbda.org.br

segunda-feira, 13 de julho de 2009

www.fiesjusto.com.br

Entre nessa luta com a gente
Acesse:

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Ode ao Tênis


quarta-feira, 1 de julho de 2009

Música do Mundo!


Olá amigos e amigas!


Nas últimas semanas não consegui priorizar o meu tempo para o Blog. E na verdade, andava sem assunto e cansado de copiar (ctrl + C) e colar (Ctrl + V) matérias.


Bom, gostaria de indicar um site pra vocês. Cansado de escutar as mesmas coisas, procuro músicas diferentes, aí eu acesso:
Muita word music e dois programas de Bossa Nova, um apresentado pelo Ricardo Barão e outro por uma francesa, Nara Lisboa. Além de vários clipes do mundo todo.


Isso aí, vale à pena curtir!


Grande Abraço!

terça-feira, 2 de junho de 2009

Ganhos fisiológicos com a corrida


Descubra os benefícios da corrida e o que muda no corpo de quem pratica esta atividade.

Não é novidade para ninguém que a prática regular de exercícios físicos traz inúmeros benefícios à saúde e melhora a qualidade de vida. Com a corrida não é diferente, e cerca de 25 ganhos fisiológicos são gerados graças à realização frequente desta atividade.“Se a prática da corrida for regrada, traz grandes benefícios para a saúde e ajuda as pessoas a diminuírem o risco de doenças”, afirma o mestre em fisiologia do exercício Paulo Correia, que é fisiologista da Unifesp.
Os lucros
Entre os principais benefícios gerados com a corrida destacam-se o aumento do débito cardíaco máximo, diminuição da frenquencia cardíaca de repouso, melhora da circulação coronariana e o auxílio a prevenção do acidente vascular cerebral, da hipertensão arterial e da doença coronária.
Correr também favorece o aumento da massa muscular, fortalece os tendões, ligamentos e articulações, auxilia o combate à osteoporose e o controle do peso corporal, do colesterol, do estresse, da ansiedade e da depressão. Além disso, observa-se também o estímulo ao fim de hábitos nocivos, como o uso de álcool e cigarros.“Quem pratica a corrida com o intuito de ter uma vida mais saudável precisa fugir dos hábitos inadequados, como beber e fumar, e deve comer mais frutas e manter uma boa alimentação”, orienta Correia.
Quanto correr?
Para que haja ganhos, é preciso correr uma distância ou tempo suficiente para se estimular as adaptações fisiológicas, mas sem exagerar a ponto de ocasionar lesões. De acordo com o fisiologista Sérgio Oliveira, uma hora de exercícios diários seria o ideal para se alcançar os benefícios.“Trinta minutos é um tempo bom, mas o ideal é uma hora. Porém, quem é iniciante deve respeitar seus limites, intercalar a caminhada com a corrida e evoluir aos poucos”, diz Oliveira. “Alternar com exercícios de força e flexibilidade também é uma ótima opção para quem não pode correr todos os dias”, completa o fisiologista.
Já Paulo Correia alerta para a importância de também trabalhar com o controle dos batimentos cardíacos. “Quando uma pessoa corre dentro da faixa de 60% a 80% da frequência cardíaca máxima, ela obtém todos os benefícios para o corpo de forma segura e eficiente”, explica. “Um iniciante, apenas com a caminhada vai conseguir chegar a estes batimentos, mas, com o tempo ele precisará correr em um ritmo cada vez mais forte para alcançá-lo”, completa Correia, que afirma que o descanso também é um fator muito importante para se obter os benefícios fisiológicos da corrida.“Descanso é dormir, e não ficar sentado vendo televisão. Depois de um treino, a condição física piora, a imunidade diminui e os músculos sofrem pequenas lesões. Quando dormimos, ocorre a recuperação de todo o organismo”, afirma.


Por Cesar Candido dos Santos


terça-feira, 26 de maio de 2009

Como eu parei de Fumar

Praticar exercícios a dois é um grande estímulo


Casados ou namorados, ir para academia com o parceiro alia bem estar, saúde e estética, além de fortalecer laços de carinho e cumplicidade
SÃO PAULO (ABN NEWS) - Muitos casais esquecem que, para a saúde da relação, ambos precisam investir no relacionamento e principalmente, viver com qualidade. Praticar exercícios com o parceiro pode ser um grande estímulo para sair do sedentarismo, principalmente para aqueles casais que não tem muita motivação para começar a praticar alguma atividade física.
O que muitas pessoas não sabem é que o sedentarismo, ou seja, a falta de atividade física é um grande inimigo do amor. Casais que não se exercitam engordam com mais facilidade e muitos chegam a perder o interesse pelo outro.
Porém os exercícios físicos podem apimentar um relacionamento. “Durante os exercícios surgem momentos de carinho e cumplicidade, que, muitas vezes, os casais não têm em outros momentos do dia a dia”, diz Milena Emídio, educadora física e coordenadora técnica da Triathon Academia. Segundo ela, a dica é compartilhar uma modalidade que os dois se interessem, fazendo da experiência algo prazeroso.
De acordo com Selma Schimdt, também educadora física da Triathon, a dança de salão permite que o casal aprenda a dançar junto e faz com que saiam da rotina diária e, de quebra, ainda gastam energia. "A dança tem a capacidade de unir pessoas. Por meio dela, os casais podem perceber suas limitações e desenvolver o respeito e o incentivo pelo outro. Os casais que dançam também têm como benefício a interação do ritmo corporal, aumento da flexibilidade e, alívio de estresse.
Casais que curtem caminhar, podem aproveitar para praticar esteira e spinning juntos. Aqueles que não dispensam a musculação incentivam um ao outro a não faltar e até mesmo a ser mais dedicado. “Ter alguém do lado, incentivando é fundamental para que a pessoa não pense em desistir em nenhum momento”, afirma Milena.
Cumplicidade, amor, carinho, são cuidados que estão ligados ao bem estar provocado pela endorfina, uma substância liberada durante a atividade física, responsável pelo bem estar físico e mental. A prática regular reduz o efeito do cortisol (o hormônio do estresse), aumenta a qualidade do sono e a disposição. O mínimo de atividade física já pode afastar o risco de doenças como hipertensão arterial, diabetes, obesidade, ansiedade, aumento do colesterol e infarto.
“Fazer exercícios com quem se ama, ativa os nossos sentidos mais secretos, como o toque e a paixão, excelentes ingredientes que inovam e reacendem a chama do amor”, conclui Milena.

Fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 19 de maio de 2009

Campeões olímpicos condenam ocaso e desperdício no Engenhão

A busca pela sede olímpica fez com que o Rio de Janeiro reativasse o Engenhão para eventos de atletismo nesse domingo após 21 meses. Porém a postura adotada pelas autoridades neste período em que o estádio foi usado apenas pelo futebol não foi esquecido e mereceu duras críticas dos maiores alvos da campanha que visa convencer o mundo e trazer os Jogos Olímpicos de 2016 para o país: os atletas internacionais de ponta.

Dos quatro atuais campeões olímpicos que participaram do GP Rio de Atletismo, apenas a brasileira Maurren Higa Maggi evitou críticas contundentes ao abandono de eventos de atletismo no Engenhão. O local, que custou mais de R$ 380 milhões, não era utilizado pela modalidade desde os Jogos Pan-Americanos, em agosto de 2007, apesar de ser também o local das provas de atletismo nas Olimpíadas de 2016, caso a candidatura carioca vença.

Na passagem pelo Rio de Janeiro, o português Nelson Évora, campeão olímpico do salto triplo, elogiou o estádio do Engenhão, mas não disfarçou a surpresa ao saber que o local não foi utilizado nos últimos 21 meses para competições de atletismo. "Acho que deveria ser mais usado. É uma pista diferente, muito boa para os atletas e acho ruim que tenha ficado assim (sem usar)", comentou. "Todas as coisas boas têm de ser usadas. Não pode desperdiçar", completou.

Atual campeã mundial e olímpica do arremesso de peso, a neozelandesa Valerie Vili foi outra que se impressionou com o estádio, mas lamentou sua pouca utilização. "Disputei competições em vários países e este estádio é muito bom. É uma pena saber que não vem sendo aproveitado", disse a atleta, que venceu sua prova neste domingo e ainda competirá nos GPs de Uberlândia e Belém na próxima semana.

Acostumada a disputar grandes eventos, a norte-americana Grace Upshaw destacou que o Engenhão tem condição de receber uma Olimpíada, mas que não pode ficar tão tempo inativo para a modalidade. "É um estádio com boa pista, o clima no Brasil é perfeito, é um lindo lugar. A pista precisa ser usada pelos brasileiros", avaliou a atleta, que foi à final do salto em distância nas Olimpíadas de Pequim.

Vencedora da prova disputada por Grace Upshaw na China, Maurren Maggi foi mais política e evitou críticas. "É bom estar de volta. Demorou um pouco, mas também a pista continua boa", definiu a brasileira, que foi a atleta mais procurada pelo público durante o final de semana.

A direção do Botafogo, que administrará o local pelos próximos 19 anos, reconheceu que a ausência de eventos comprometeu a pista e prometeu que o Engenhão será mais usado pela modalidade. "Quando assumi no começo do ano, algumas coisas não estavam tão boas e precisamos de quatro meses para recolocar em ordem. Vamos trabalhar agora para trazer projetos para cá e incentivar o uso do Engenhão pela comunidade que mora no entorno do estádio", disse o presidente Maurício Assumpção.

Segundo o dirigente, há uma proposta de fazer um projeto em conjunto com o Ministério do Esporte. O diretor de esportes olímpicos do Botafogo, Miguel Ângelo da Luz, terá uma reunião nesta quarta-feira em Brasília para acertar os detalhes finais. "Estou otimista e será importante para todos", comentou Luz.

A mesma promessa foi utilizada pelo COB para explicar o "legado" do Pan, antes do início da competição em 2007. Para Assumpção, tal falha não se repetirá em sua gestão, já que também não acredita ser verídico o argumento que eventos de atletismo como lançamento de dardo, de disco ou arremesso de peso prejudiquem o gramado.

fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 12 de maio de 2009

Vergonha? Saiba como ficar mais à vontade na academia


O primeiro passo já foi dado, você deixou a preguiça de lado e resolveu se matricular na academia. Mandar o excesso de gordurinhas para longe já começa virar um sonho bem próximo. O problema é que, logo no primeiro dia de aula, a vergonha vem à tona. O mal estar começam em casa, na hora de se vestir: parece que nenhuma camiseta é grande o suficiente para disfarçar os quilos extras e as dobrinhas. Chegando à academia, a impressão de que todo mundo está olhando para você e comentando sua falta de habilidade com os exercícios destrói a concentração.

Muitas mulheres passam por essa situação sim, este é o primeiro consolo: você não está sozinha. Mas o melhor está por vir, de acordo com a coordenadora e professora Kátia Ramalho. "O constrangimento desaparece quando você nota que a academia está lotada de gente que só pensa em cuidar do corpo e da mente, muita gente mal olha para o lado, não há motivo para querer se esconder". Mas, se a vontade insiste, a professora dá dicas para você mudar de idéia.

O lugar certo
A academia precisa combinar com o seu jeito. Só assim você vai se sentir bem dentro dela. Procure ambientes acolhedores. Com equipamentos novos ou com uma boa manutenção, bem cuidados.


Objetivo
Seu objetivo precisa bater com o objetivo da academia. Se você está buscando saúde, nunca vai se sentir bem em um ambiente lotado de menininhas que só buscam a conquista de um corpo violão. Identificar locais onde existam mulheres reais, de verdade, que estão lá preocupadas com a saúde e de alguma maneira se identifiquem com o seu perfil é um bom começo. O atendimento mais próximo do profissional também traz segurança para quem sente muita vergonha.


Profissionais
Seus instrutores estão entre os responsáveis pelo sucesso do seu treino. Por isso, é importante se preocupar com a postura de cada um deles. É necessário buscar profissionais sérios e competentes que entendam de "mulheres", já que não dá para igualar padrões de força, cargas e objetivos iguais para os diferentes sexos. Essa atitude ajuda a acabar com o preconceito entre os alunos.


Autoconfiança
Ter autoconfiança é o primeiro passo para acabar com a vergonha. Colocar a saúde em primeiro lugar para não desistir e abandonar o exercício, também é uma opção. Uma dica é optar por exercícios rápidos que tenham garantia de resultados comprovados.


Fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 5 de maio de 2009

Salve Ronaldo!

Há algum tempo queria falar do Ronaldo, mas não achava que ele iria surpreerder tanto. Já fui fã de Ronaldo no início da sua carreira e o odiei na Copa de 1998, o que me fez torcer para Holanda naquele ano. Era impossível torcer por um Brasil de milionários da bola, ainda mais treinado pelo Zagalo e comandado em campo pelo cansado e insistente Dunga. Ah, tinha o Gonçalves, aquele zagueiro horrível do Botafogo, Zé Carlos (lateral) e outros que não me animavam a torcer pela Seleção escalada por empresários. Mas o que mais me indignava era a falta de vontade dos jogadores em representar o país na Copa, o mesmo que aconteceria em 2006.
Logo veio a sequência de lesões do Fenômeno, o que parecia impossível a participação dele na Copa de 2002, foi exemplo de superação maestrado por Luis Felipe Scolari. Fomos Penta graças a genialidade e dedicação de Ronaldo. Comecei a respeita-lo novamente.

Em 2006, estava gordo e apático, mas mesmo assim fazia gol e se tornou o artilheiro das Copas. A Seleção era uma festa, não tinha foco no jogo. Deu no que deu. Após a Copa veio as novas lesões e ele se perdeu. Deixou de ser aquele exemplo de superação e ao voltar para o Brasil, obeso, se meteu em um escândalo com travestis. Cada um com as suas preferências, nada contra, mas parecia que não queria jogar mais futebol.

Eis que renasce o amor pelo futebol novamente e a oportunidade de se recuperar e jogar no

Corintians. Jogada de marketing brilhante até que ele desempenhasse um bom futebol. Recuperou-se aos poucos, começou a jogar, a fazer gols e a ser decisivo, voltou a ser o velho Ronaldo. Foi o grande responsável pela conquista do Paulistão pelo Timão.

Ao final do campeonato demonstrou humildade, patriotismo e responsabilidade social. Ao ser perguntado se já era hora de ir pra Seleção, Ronaldo disse que estaria a disposição porque é um soldado brasileiro à serviço da pátria. Ainda não bastasse esse gesto patriótico, criticou severamente a organização da festa do título, uma insegurança total. O capitão Wilham quase pegou fogo junto com a taça e o Ministro do Esporte, Orlando Silva. Um absurdo.

Ronaldo é o Cara! Espero que ele possa dar uma nova cara ao futebol brasileiro, tanto em campo, quanto em organização.

Força Ronaldo!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Movimento Fies Justo



Para quem não sabe, o FIES é o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, um financiamento feito pela CAIXA para alunos de baixa renda que querem fazer um curso superior.

O Problema:

Beneficiários do FIES não conseguem quitar a sua dívida, pois a Caixa Econômica Federal calcula juros sobre juros desde o período em que o financiamento é concedido até o momento em que o aluno começará a pagar depois de formado, o que praticamente dobra, triplica o valor do financiamento.

Saiba mais sobre este MOVIMENTO. Junte-se a nós!
FIES JUSTO

www.fiesjusto.com.br
www.fiesjusto.com.br/forum

Líder do movimento:
Daniela Pellegrini
Bacharel de Direito
Brasília/DF
(61) 8119-495

Desconto para a QUITAÇÃO do FIES.
Essa é a nossa LUTA!

terça-feira, 21 de abril de 2009

Para-atleta é o único brasileiro a concorrer ao "Oscar do Esporte"


O nadador paraolímpico Daniel Dias foi o único brasileiro indicado ao prêmio Laureus, considerado o "Oscar do Esporte". Ele ganhou quatro medalhas de ouro, quatro de prata e uma de bronze e concorre na categoria paraolimpíadas, com a norte-americana April Holmes (atletismo), o inglês Darren Kenny (ciclismo), o sueco Jonas Jacobsson (tiro), a espanhola Teresa Perales (natação) e o chinês Zhang Lixin (atletismo).

Entre os atletas finalistas da temporada 2008 divulgados nesta quinta-feira estão na briga como melhor esportista o nadador Michel Phelps, que ganhou oito medalhas de ouro nos Jogos Olimpícos; o velocista Usaim Bolt, que é recordista mundial dos 100 m e 200 m rasos; o piloto Lewis Hamilton, como piloto mais jovem a vencer um Mundial de F-1; o tenista Roger Federer, o segundo lugar no ranking da ATP; o jogador de futebol Cristiano Ronaldo, que levou o premio de melhor do mundo pela FIFA e por fim o motociclista Valentino Rossi.

Do lado feminino estão: a fundista Tirunesh Dibaba, a saltadora russa Yelena Isinbayeva, a golfista mexicana Lorena Ochoa, a nadadora Stephanie Rice, a esquiadora norte-americana Lindsey Vonn e a tenista norte-americana Venus Willians.

Em função da crise econômica, a cerimônia do evento não terá uma festa de gala como nas edições anteriores. Os vencedores receberão o troféu individualmente entre maio e junho deste ano.

terça-feira, 14 de abril de 2009

Laranja ameniza efeitos negativos do consumo de chocolate



A casca de frutas cítricas possui pectina, excelente fonte de fibra alimentar, que diminui a absorção de glicose e gordura dos alimentos.

Composto de massa de cacau, sacarose, manteiga de cacau e aromatizantes, entre outros ingredientes, o chocolate já foi considerado um dos maiores vilões das dietas. Hoje sabe-se que essa guloseima composta também por minerais, como ferro, potássio, cobre, manganês e magnésio pode fazer bem à saúde.

“O chocolate é um alimento nutritivo, rico em flavonóides, antioxidantes que ajudam a proteger o coração reduzindo o risco de doenças cardíacas", afirma a nutricionista Vivianne Alves. "Além disso, pode contribuir para a síntese de serotonina, um neurotransmissor responsável pelo bem-estar e sensação de prazer”, explica. Ainda assim, consumido em excesso o chocolate pode aumentar os níveis de colesterol no organismo e interferir na balança devido à grande quantidade de gorduras saturadas. Por isso, atente-se ao consumo - 30 gramas de chocolate amargo bastam para usufruir de seus benefícios.

Exagerou na dose? Uma das soluções para amenizar os estragos é o consumo diário de fibras alimentares. Além de diminuir a absorção de gordura, colesterol e glicose sanguínea, elas melhoram o trânsito intestinal. Uma vez no intestino, a fibra não é degradada, sendo metabolizada seletivamente por algumas bactérias benéficas do intestino. Dessa forma, promove efeitos fisiológicos positivos contribuindo para uma melhora o sistema imunológico.

Entre as principais fontes de fibras alimentares está a pectina, substância obtida da casca das frutas cítricas, como a laranja. Comercialmente a pectina é utilizada para a produção de geléias e como fonte de fibra solúvel. “Depois de consumidas, as fibras de laranja transformam-se num gel que não é absorvido durante a digestão. Assim, durante seu trajeto no intestino, elas podem diminuir a absorção não apenas da glicose, mas também, da gordura dos alimentos e aumentar a sensação de saciedade”, explica Kali Nardino, consultor farmacêutico da Divine Shen.

Fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 7 de abril de 2009

Bem Viver com Educação à Distância (EaD)



Estou fazendo um curso técnico de informática - com ênfase em desenvolvimento de softwares - pela FURG, no Pólo de Santo Antônio da Patrulha. Tudo gratuito. Há aulas presenciais e a maioria à distância pela internet. Um trabalho me exigiu tal reflexão descrita abaixo:

Nas últimas duas décadas, vivemos duas situações distintas em relação a Educação. Lembro de um tempo onde entrar na universidade era coisa de pessoas diferenciadas, ricas ou com boa formação intelectual, seja pelo bom ensino de base ou pelo próprio esforço. Neste período da década de 90, percebíamos o sucateamento do ensino público, privatização de RUs (Restaurantes Universitários) e grandes avanços no ensino privado. Ou seja, curso superior era, na grande maioria, para ricos.

Nos últimos cinco anos, percebemos grandes avanços no ensino público, na verdade ainda pouco ao que queremos. Porém, é uma realidade um investimento maior nas universidades e em escolas técnicas públicas em relação ao ensino privado.

E a Educação à Distância tem um papel fundamental nessa evolução. Hoje, sabemos de comunidades ribeirinhas ao Rio Amazonas com laboratórios de informática, atendendo as necessidades do local. A descentralização do ensino é o grande lance da EaD, o estudante não precisa mais se deslocar para os grandes centros econômicos. Assim ele poupa tempo, dinheiro e não deixa a família.

Nunca a oportunidade de estudar foi tão facilitada nesse país. Basta boa vontade e ir atrás.
É muito bom viver com acesso a informação gratuita.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Vencedoras da Promoção Bem Viver - Multimistura

As vencedoras do sorteio podem retirar seu kit de vinho-terapia na Multimistura, Santo Antônio da Patrulha-RS.

Ereni Flor Barbosa
Rosane Terezinha Iaronka

Parabéns!

terça-feira, 31 de março de 2009

Cigarro vai pesar no bolso dos fumantes



Nesta segunda-feira o governo lançou um pacote de medidas para encarar a tal crise global. Redução de impostos no setor de automóveis,motos e construção civil e aumento do imposto do cigarro.
Segundo o ministro Guido Mantega, com a redução dos impostos o governo teria uma renúncia fiscal de R$ 1,5 bilhão, mesmo valor que se deve obter com o aumento sobre o preço do cigarro.

Segundo ele, "para poder diminuir a receita, temos que providenciar uma nova fonte. Aumentando os tributos do cigarro, que é um setor que não prejudica a produtividade e o emprego, é uma troca bastante conveniente", disse.

"Estamos caminhando no sentido de desistimular o consumo do cigarro e, com os recursos, vamos pagar a conta das outras medidas", disse Mantega.

Um estudo, intitulado “Mortalidade atribuível ao tabagismo passivo na população brasileira”, foi realizado por pesquisadores do Instituto Nacional de Câncer (Inca) e do Instituto de Estudos de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
De acordo com a pesquisa, ao menos sete brasileiros morrem diariamente por doenças provocadas pela exposição passiva à fumaça do tabaco. A maioria das mortes ocorre entre mulheres (60,3%).

Não fumantes agradecem essa medida do Governo Federal,além de ser uma ótima oportunidade para os fumantes pensarem em largar esse vício, que só faz mal a saúde e aos cofres públicos.

Como diz meu ex-chefe, o órgão mais sensível do ser humano é o bolso.

terça-feira, 24 de março de 2009

Balanço da Lei de Incentivo ao Esporte


O ministro do Esporte, Orlando Silva, apresentou na última sexta-feira (20), em uma coletiva de imprensa, o balanço dos resultados da Lei de Incentivo ao Esporte nos anos de 2007 e 2008. Nesse período foram captados 127 milhões de reais e 1,5 milhão de pessoas foram beneficiadas. Os resultados foram considerados positivos pelo ministro que, no entanto, ressaltou haver ainda uma grande concentração de projetos e recursos na Região Sudeste e no esporte de alto rendimento.

Orlando Silva disse que agora o desafio do Ministério do Esporte é, além de nacionalizar a utilização do benefício fiscal, apoiar o esporte recreativo e de lazer, programas de inclusão social e o esporte educacional.

Para pulverizar o mecanismo da Lei de Incentivo em todos os estados do Brasil, o Ministério do Esporte organizará em 2009 eventos em todas as regiões do Brasil. “A partir da segunda quinzena de abril nós faremos seminários regionais em todos os estados para estimular a preparação dos gestores, atletas e clubes para que eles apresentem projetos. O mesmo faremos com os empresários”, disse.

Sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em dezembro de 2006, a Lei de Incentivo ao Esporte permite que patrocínios e doações para a realização de projetos desportivos e paradesportivos sejam descontados do Imposto de Renda devido por pessoas físicas e jurídicas. Pessoas físicas podem descontar até 6% do Imposto de Renda devido, e pessoas jurídicas, até 1%.

O ministro destacou a importância do benefício. “É dinheiro novo que não estava à disposição do esporte e passou a servir para o desenvolvimento esportivo do Brasil. Eu creio o balanço é positivo”, disse.

Segundo Silva, é importante qualificar os gestores de entidades desportivas para explorar as potencialidades da Lei de Incentivo de Esporte. Se os projetos forem bem elaborados, têm mais chances de serem aprovados e de captarem recursos das empresas interessadas em investir no esporte.

O ministro falou também da importância da sensibilização das empresas para que invistam em projetos esportivos. “É preciso que as empresas vivam a experiência de financiar um projeto esportivo. É muito bom para elas associarem suas marcas e seus produtos aos valores positivos do esporte. Além disso, 100% do investimento num programa esportivo com base na lei de incentivo pode ser descontado do imposto que paga para o governo”, disse o ministro.

De acordo com o balanço apresentado, as entidades financeiras, bancos, empresas ligadas à energia e Siderurgia e comércio foram as empresas que mais doaram recursos para projetos esportivos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. Mas o ministro também chamou atenção para a importância de atrair a participação de médias e pequenas empresas.

Fonte: www.esporte.gov.br

terça-feira, 17 de março de 2009

Está voltando a treinar? Cuidado!


Para proteger seu corpo de lesões, é preciso pegar leve na intensidade e na carga do treino. Mas isso não significa ausência de desafios. Um personal trainer pode ajudar nesta fase, oferecendo estímulos diferentes a cada aula até que o nível anterior seja retomado e, claro, superado. É um momento em que a alimentação apresenta impacto determinante nos resultados, ajudando a aumentar o rendimento na hora da prática. No caso de exercícios de força muscular, o aluno precisa de uma ingestão maior de carboidratos, para ter mais energia, e de proteínas que garantam a reconstrução do músculo.

Na medida do seu pique
O treino de retorno não deve ser muito pesado e nem no nível do que você interrompeu. Com isso, em vez de acostumar o corpo às atividades físicas, você só fica mais vulnerável a lesões (e a mais meses sem treinar, portanto). A intensidade e o volume dos exercícios devem ser calibrados para que seu corpo acostume-se gradualmente a eles, sem exageros.

Para um treino cardiovascular, não existe a necessidade de intervalos durante os dias da semana. Já no caso de um treinamento de força, é preciso intercalar os estímulos para obter resultados é no descanso que o músculo se recupera das microlesões e se fortalece.

E não precisa ficar decepcionado quando receber um treino inferior àquele que estava trazendo resultados. Uma pessoa acostumada a treinar, mas que passou um tempo de folga, avança mais rapidamente do que outra, que nunca treinou. O corpo possui memória muscular, um aluno sedentário leva muito mais tempo para que o corpo se acostume com o esforço. Isso não depende de sexo, homens e mulheres recuperam-se igualmente, de acordo com o condicionamento físico trabalhado ao longo da vida .

Não para, não!
Largar as atividades físicas é um problema comum. A agenda lota, os amigos convidam para sair, a preguiça de acordar cedo e muitos outros motivos contribuem para que os treinos fiquem em último lugar na sua agenda. Para seguir firme com o seu programa, evitando os quilos a mais e o efeito sanfona, siga as dicas:

1. Escolha uma academia perto de você. O deslocamento, muitas vezes, inviabiliza as atividades;

2. Antes de fazer a matrícula numa academia, veja se ela oferece aulas que combinam com o seu perfil. Você vai ficar com dó de perder aulas de que gosta;

3. Organize sua alimentação para conseguir resultados mais rapidamente e continuar com motivação.

Fonte: www.minhavida.com.br

terça-feira, 10 de março de 2009

Promoção Bem Viver - Multimistura.


Todo dia é dia da mulher.

Ligue 3662 8900, escolha a opção 9, deixe seu nome e concorra a um kit de vinho terapia da Farmácia Multimistura.

O Sorteio será realizado no dia 30 de Março, ao vivo, no Programa Bem Viver. A partir das 9hs na Rádio Itapuí AM 1170 ou www.radioitapui.com.br

Participe!

O poder da uva

Os produtos feitos à base da fruta ajudam a rejuvenescer, preservam a elasticidade da pele e ainda regeneram o cabelo.

Lesões são causadas por falta de informação



Pesquisa feita pela Secretaria de Estado da Saúde aponta que falta de condicionamento físico e orientação médica são as maiores causadoras de contusões em atletas.

Um levantamento feito pela Secretaria de Estado da Saúde, com base em 2 mil atendimentos realizados em 2008 no Ambulatório de Medicina Esportiva do Hospital Estadual Ipiranga, na capital paulista, aponta que entre os pacientes que procuraram a unidade, a maioria homens, 90% já chegaram lesionados ou com algum tipo de problema de saúde relacionado à prática do esporte.

A grande causa das lesões é a falta de condicionamento físico e ausência de orientação médica para a prática de atividades físicas. A Secretaria recomenda que quem deseje começar a praticar um esporte procure antes um médico para realizar os exames físicos e sorológicos.

“Quase ninguém segue essas orientações como um primeiro passo para o que deveria ser uma vida mais saudável. Se as pessoas tivessem o hábito de realizar todos os exames necessários antes de iniciar a prática de esportes, muitas lesões graves e até sérios problemas cardíacos, que os pacientes venham a ter, poderiam ser evitados”, afirma Ricardo Galotti, médico responsável pelo ambulatório.

fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 3 de março de 2009

Ciclovia, democratizando o espaço público



Percebemos em nossa região que o domínio dos carros e motos em nossas ruas é cada vez maior. Dificuldade de estacionamento, acidentes com vítimas e desrespeito ao pedestre são problemas constantes em nossas cidades.
É preciso pensarmos numa forma para democratizar o espaço público. Uma ação imediata seria a construção de ciclovias.

A prefeitura de Paris criou, em 1862, caminhos especiais nos parques para os velocípedes para não se misturarem com as charretes e carroças, dando assim origem às primeiras ciclovias.

Uma via ciclável é um espaço destinado especificamente para a circulação de pessoas utilizando bicicletas. Há vários tipos de vias cicláveis, dependendo da segregação entre ela e a via de tráfego de automóveis:


tráfego compartilhado: não há nenhuma delimitação entre as faixas para automóveis ou bicicletas, a faixa é somente alargada de forma a permitir o trânsito de ambos os veículos.


ciclofaixa:é uma faixa das vias de tráfego, geralmente no mesmo sentido de direção dos automóveis e na maioria das vezes ao lado direito em mão única. Normalmente, nestas circunstâncias, a circulação de bicicletas é integrada ao trânsito de veículos, havendo somente uma faixa ou um separador físico, como blocos de concreto, entre si.

ciclovia: é segregada fisicamente do tráfego automóvel. Podem ser unidireccionais (um só sentido) ou bidireccionais (dois sentidos) e são regra geral adjacentes a vias de circulação automóvel ou em corredores verdes independentes da rede viária.

Repensar para evoluir é preciso.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Carnaval, sua saúde em primeiro lugar


Algumas dicas para sambar com alegria e saúde:

- Tenha sempre em mãos as famosas camisinhas . Prevenir é melhor do que remediar, pois a alegria do Carnaval deve durar para sempre.

- Beba muita água e mantenha o seu corpo hidratado. Isto pode ajudá-lo a aproveitar melhor a festa.

- Nunca misture bebidas destiladas com fermentadas. Como bom folião, o melhor é estar bem todo o tempo e aproveitar tudo ao máximo.

- Se estiver na praia ou piscina, use filtro solar e não fique o tempo todo no sol. A noite espera por você cheio(a)de energia.

- Evitar nadar após algumas cervejas e drinques. Água e bebida nunca combinam.

- Nunca dirija alcoolizado – sua vida vale ouro.

- Beba com moderação . Evite brigas e em caso de complicações, procure ajuda; se necessário procure ajuda médica. Verifique antecipadamente na cidade onde está quais são os serviços médicos que se encontram de plantão no Carnaval.

- Tome cuidado com as drogas.


Depois da farra, repositores energéticos são a pedida:

- Água-de-coco é rica em potássio, triglicérides e frutose. Um poderoso isotônico natural e compensa as perdas de sais minerais causadas por suor, diarréia e vômitos, três aliados da ressaca. Bebidas isotônicas (Gatorade) hidratam e compensam a perda dos sais minerais, causadas pelo excesso de álcool.

- Evite sais de frutas. Eles podem irritar seu estômago.

- Afogue a ressaca com uma receita de suco natural e desintoxicante.
Ingredientes: 1 fatia de melão, 300 ml de água-de-coco, 2 kiwis e 4 folhas de hortelã. Preparo: bata os ingredientes e acrescente as folhas de hortelã e beba à vontade.

Boa folia à todos!

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Como previnir a dor nas pernas após as provas de corrida



Fortalecimento muscular e ritmo adequado durante corrida podem evitar cansaço físico e lesões nas pernas.

Depois dos dois meses de treino, chega o dia de controlar o fôlego para participar da prova tão esperada. Na concentração, minutos antes da largada, a vontade é de disparar na frente para superar a sua própria velocidade, conquistada pouco a pouco nos treinamentos planejados das semanas anteriores.

O sentimento positivo de superação do próprio tempo ao terminar a prova pode provocar aquela sensação de que a dose de esforço físico foi um pouco além do que o corpo previa. As pernas pesadas ou a dor acentuada em uma região específica, como panturrilha, podem deixar o corredor afastado dos treinos por dias ou até meses.

Como evitar dor e cansaço nas pernas

O incomodo nas pernas é causado pela inflamação dos músculos. Geralmente são os gastrocmênio, a panturrilha e o quadríceps femural que ficam inflamados.

Para evitar a dor, o atleta deve treinar adequadamente para a evolução do circuito e não exceder demais o ritmo durante a corrida para que não ocorra a sobrecarga muscular. “O atleta deve seguir o seu feeling. E quando perceber que está começando a forçar demais, deve diminuir as passadas. Se ele fizer uso do freqüencímetro e manter-se dentro de seu ritmo, dificilmente sentirá dores no final do percurso”, garantiu Romani.

Tratamento para as pernas pesadas
Como a inflamação e a dor permanecem por 72 horas, o ideal é o atleta ficar sem fazer exercício físico forte durante o mesmo período de tempo. Esse processo de recuperação pode ser feito de duas maneiras. A primeira é por meio do processo de anti-inflamação física. “Nesse caso, ao sentir dor logo após a prova, o atleta deve fazer alongamento imediatamente, além da hidratação adequada e continuada. Vinte e quatro horas após a prova, o atleta deve repetir a série de alongamentos e fazer caminhada de 10 minutos para a recuperação ativa. Já sessões de imersão das pernas em gelo devem ser feitas sob a supervisão de um especialista ou fisioterapeuta”, recomendou o especialista Ricardo.

O segundo processo é chamado de anti-inflamação química e, deve ser feito com o uso de antiinflamatórios não hormonais, prescritos pelo seu médico. É possível diminuir a dor com o uso de analgésicos, como dipirona e paracetamol. Esses medicamentos devem ser ingeridos 24 horas após a prova.

Por Fátima Martin

fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Phelps admite que usou maconha em novembro de 2008


Recordista de medalhas de ouro em Olimpíadas confirma autenticidade de foto publicada em tabloide

O nadador norte-americano Michael Phelps, detentor de 14 medalhas de ouro olímpicas (recorde de todos os tempos), admitiu neste domingo que utilizou maconha durante uma festa universitária em Columbia, nos Estados Unidos. Ele confirmou a autenticidade de uma foto publicada pelo jornal inglês News of the World.
"Apesar do sucesso que faço nas piscinas, tenho 23 anos e agi de forma inapropriada, não tive uma conduta que as pessoas esperavam de mim. Peço desculpas e prometo a todos os meus fãs que isso não vai acontecer novamente", declarou, em comunicado à AP.
De acordo com o News of the World, Phelps também teria abusado do álcool na mesma festa, ocorrida em novembro do ano passado. Com o uso de drogas confirmado, o atleta pode ser suspenso por até quatro anos e vê arriscada a possibilidade de participar da Olimpíada de Londres, em 2012.

DENÚNCIA
Segundo o tabloide da Inglaterra, Michael Phelps estaria em Columbia para visitar a estudante Jordan Matthews. Segundo fontes citadas pelo diário, o nadador estava fora de controle na festa e bebia uma cerveja atrás da outra.
O News of the World ainda revelou que os assessores do atleta norte-americano ofereceram dinheiro ao jornal para que a foto não fosse publicada.

PASSADO
Este não é o primeiro problema enfrentado por Michael Phelps fora das piscinas. Em 2004, após dirigir alcoolizado nos Estados Unidos, ele passou um ano e meio sob observação, segundo o mesmo tabloide.

Fonte: www.educacaofisica.com.br

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Impasse na "Faixa da AGASA*"





Posse de Obama, o cessar fogo da Faixa de Gaza e a falta de diálogo dos políticos de Santo Antônio da Patrulha e Osório marcou a semana que passou.

O desavisado município de Santo Antônio da Patrulha (com um orçamento de 40 milhões de reais aproximadamente) declarou guerra ao município de Osório e tentará impedir a obra de saneamento do esgoto, que segundo os patrulhenses irá poluir a Lagoa dos Barros. Já Osório (com um orçamento de mais 100 milhões de reais) defende-se, alegando que o esgoto será tratado antes de ser escoado a esta lagoa que nos encanta com suas lendas e natureza exuberante. O prefeito osoriense, Romildo Bolzan, em resposta à visita do prefeito patrulhense, Daiçon Maciel, foi em missão de paz ao município-pai, na última sexta-feira, tentar explicar o projeto à lideranças da comunidade patrulhense. Os patrulhenses, famosos por serem hospitaleiros e criadores dos municípios vizinhos, não quiseram saber de explicações e atacaram Romildo e sua equipe de técnicos. Acuados e desrespeitados os mesmos foram embora mais cedo.
Osório, filho rico de Santo Antônio, corre o risco de ter suas obras interrompidas por futura ação judicial.

Pelos fatos ocorridos sexta-feira, parece que nossos políticos não se sensibilizaram com as palavras do novo Presidente Norte-americano e optaram pelo velho método da truculência política. Que mais objetiva angariar votos do que solucionar os problemas dos cidadãos. Em tempo de trégua na Faixa de Gaza e pela esperança de um mundo melhor depois da posse de Barak Obama. Que em seu discurso conciliatório com o mundo, alertou: “O mundo mudou e precisamos mudar com ele”. Convocando os cidadãos do mundo a serem diferentes e mais solidários. É inaceitável a incitação à guerra de alguns políticos patrulhense para resolver esse impasse na nossa região.

O Pai pobre prefere brigar com o filho rico, em vez de dialogar. Na minha opinião um erro político grave. Ao invés de atacar, porque não propor ao filho rico investimentos em conjunto para revitalizar a Lagoa dos Barros. Essa, coitada, sofre à anos pelos dois lados. Extração de areia, resíduos de indústria, invasão da orla com a construção de casas, puxadas d’água para irrigação de lavouras de arroz, impedindo que milhões de peixes se desenvolvam e sem falar no esgoto de muitas casas que vão direto a Lagoa.

Proponho aos dois Prefeitos que se reúnam novamente e que assumam o compromisso de cuidar da Lagoa dos Barros. Esqueçam as brigas do passado, consertem os erros do presente, para colherem bons frutos no futuro.

Não à guerra! Salvem a Lagoa dos Barros!
*AGASA - Açúcar Gaúcho SA: antiga indústria localizada entre os dois municípios citados no texto e às margens da Lagoa dos Barros.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Reduzir carboidrato é mais benéfico do que reduzir gordura, diz estudo


A dieta de Atkins pode finalmente ter provado sua eficácia: um regime pobre em carboidratos e a chamada dieta do Mediterrâneo ajudam a perder peso mais do que o tradicional corte de gordura do cardápio. É o que concluiu um dos mais longos e abrangentes estudos da área. A pesquisa comparou as técnicas de emagrecimento e resultou numa grande surpresa: a dieta de baixo carboidrato melhorou o colesterol mais do que as duas outras.

"É uma confirmação", afirmou Abby Bloch, da Fundação Robert C. e Veronica Atkins, entidade filantrópica que divulga a dieta de Atkins e foi o principal financiador do estudo. A instituição afirma não ter interferido nos trabalhos, realizados em Israel.

Vale ressaltar, porém, que todas as três abordagens - baixo carboidrato, pouca gordura e dieta do Mediterrâneo - auxiliaram na perda de peso e na redução do nível de colesterol.

Regimes

A dieta de baixo teor de gordura --não mais do que 30% das calorias-- reduziu as calorias e o colesterol utilizando grãos, vegetais e frutas. A dieta do Mediterrâneo reduziu calorias, gorduras e colesterol em níveis similares, mas enfatizando carnes de aves, peixes, azeite e nozes.

Já o regime pobre em carboidratos impôs limitação a estes, mas não a calorias ou gordura. Os participantes que seguiram esta dieta apenas utilizaram fontes vegetarianas de gordura e proteína.

O estudo merece destaque não apenas porque durou dois anos (muito mais do que a maioria), mas devido à grande proporção de pessoas que se prendem a dietas (85%). Participaram 322 pessoas, que fizeram suas refeições em um estabelecimento controlado pelos pesquisadores.

O trabalho foi publicado no "New England Journal of Medicine".

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Banana de manhã emagrece. Será?


Já ouviu falar nesse regime? Se a respostar for não, é só uma questão de tempo. Essa fruta tão popular entre nós está emagrecendo muita gente no Japão e nos Estados Unidos, países que reúnem um número cada vez maior de adeptos. Desenvolvida por Hitoshi Watanabe, um especialista em medicina preventiva em Tóquio, ela caiu na boca do povo. Literalmente. Nunca se vendeu tanta banana por lá como no último verão, época do ano em que normalmente a melancia, entre outras frutas mais apropriadas para sucos refrescantes, é a mais consumida.


A tal dieta consiste basicamente no seguinte: no café da manhã, o candidato a magro pode comer bananas à vontade e nada mais. É desejável que beba também água em temperatura ambiente. O motivo? Bem, sabe-se que o líquido dá saciedade. Então, entraria como um coadjuvante para espantar a fome. Nas refeições seguintes, pode-se comer de tudo, mas só até as 8 da noite. Após o jantar, nada de sobremesa. Já o lanchinho da tarde permite até uma guloseima. Os únicos itens proibidos são sorvetes, derivados do leite e álcool.


A nutricionista Vanderlí Marchiori, de São Paulo, acredita que esse tipo de dieta não traga prejuízos à saúde. “Isso porque não restringe nenhum grupo de nutriente”, justifica. “Os carboidratos, tidos como vilões do emagrecimento, não ficam de fora, o que é ótimo. E a proibição de laticínios e álcool não chega a ser nenhum pecado. Afinal, esses produtos desencadeiam processos inflamatórios.”E pensar que a banana carrega o peso de ser engordativa. "Essa fama é injusta. Na verdade, além de matar rapidamente a vontade de comer, ela contém enzimas que aceleram a digestão, favorecendo uma rápida perda de peso. Sem contar que também tem fibras do tipo solúvel, aquelas que se ligam à água, formando uma espécie de gel que demora para sair do estômago”, completa Vanderlí.


O poder emagrecedor da banana deve-se também ao amido resistente, um carboidrato complexo encontrado na batata, em leguminosas e massas integrais e que, dentro do corpo, se comporta como uma fibra, favorecendo o funcionamento do intestino e dando aquela sensação de barriga cheia. Detalhe: o amido resistente aparece muito mais na banana verde.


Pelo sim, pelo não, começar o dia comendo banana só pode fazer bem. Afinal, tanto a banana-prata, como a da terra, a ouro e a maçã – para citar as mais apreciadas em terras brasileiras – são lotadas de potássio, mineral imprescindível para os músculos, como bem sabem os atletas.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

2009 Ativo já!


O ano de 2009 já está aí e você já deve ter feito sua lista de metas e objetivos, se ainda não a fez, reserve um tempo para essa reflexão. Se você escolheu começar esse ano com disposição de começar a correr e quem sabe correr a São Silvestre no final do ano. Saiba que a preparação deve começar o quanto antes e de preferência com acompanhamento profissional. Contratar os serviços de um Personal Trainer e um Nutricionista é uma boa pedida. Estes irão programar seu treino e sua alimentação respectivamente, além de mantê-lo motivado.


Alguns vão dizer: "Eu não tenho tempo!". Tempo há, o que não há é prioridade. Se você está disposto e quer correr, terá que se organizar e priorizar um tempinho por dia ao seu corpo. Afinal de contas é nossa principal ferramenta para o dia-a-dia, se ele não funcionar direito não teremos tempo pra nada mesmo.


Para começar segue a dica:


"Tem que correr pelo menos três vezes por semana, com os batimentos cardíacos controlados entre 120 a 150 pulsações por minuto”, recomenda Carlos Gomes Ventura, especialista em atletismo e professor de educação física da Universidade Ibirapuera.
Esse treino é fundamental para preparar o organismo para o desgaste extremo da maratona. “Uma pessoa com até 70 quilos, quando caminha ou corre, pode consumir entre 210 e 820 calorias por hora. O problema é que qualquer atividade física que consuma acima de 700 calorias a cada 60 minutos deve ser evitada, sobretudo, pelos atletas de final de semana”, alerta.


Em 2009 cuide de você. Exercite-se e alimente-se com qualidade. Beba menos álcool e mais água. Trabalhe menos e deixe a chatice de lado. Faça o que você gosta.


Abraço à todos!