terça-feira, 28 de agosto de 2012

Construção de quadras esportivas: Gestores devem indicar escolas até setembro

O presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), comunica que o Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), tem liberado recursos para a construção de 6.116 quadras esportivas e cobertura de outras 4 mil em escolas públicas de todo o Brasil.

Os gestores da rede estadual de educação têm até 29 de setembro para indicar, pela internet, as escolas públicas de educação básica que terão prioridade no repasse para as obras.A partir de agora, podem ser indicadas escolas com menor número de alunos — mínimo de 100 matrículas. Até o primeiro semestre deste ano, somente instituições com até 500 alunos atendiam o critério de seleção para o recebimento dos recursos. Dos R$ 4 bilhões a serem investidos até 2014 na construção e cobertura de quadras, o FNDE já liberou R$ 1,14 bilhão.

A meta para este ano é liberar recursos para a construção de 1,5 mil quadras e cobertura de outras mil. O FNDE já aprovou 445 projetos de construção e outros 877 de cobertura.A indicação das escolas deve ser feita no Sistema de Informações Integradas de Planejamento (Simec) do Ministério da Educação.

O valor médio para construir uma quadra varia de R$ 240 mil a R$ 500 mil; para a cobertura, de R$ 120 mil a R$ 240 mil. Embora o FNDE tenha um projeto-padrão, as escolas podem apresentar projetos próprios, que serão avaliados pela área técnica do órgão. “As quadras passaram a incorporar, em 2011, a segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2”, explica Renilda Lima, diretora de gestão, articulação e projetos educacionais do FNDE. “Já temos mais de mil municípios atendidos em todos os estados.”

Os recursos são repassados a prefeituras e a secretarias estaduais de educação por meio do Plano de Ações Articuladas (PAR). “Até hoje, liberamos recursos para a construção e cobertura de 2.862 quadras esportivas”, diz Renilda. Saiba mais

sábado, 25 de agosto de 2012

Projeto de Comunidade por Banco Comunitário em União Sampaio

Podíamos pensar mais nisso para fortalecer nossa economia e dar menos dinheiro aos bancos.
 
 

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

A PRATA AZEDA QUE O BRASIL NÃO QUERIA MAS MERECEU. Via @memoriaolimpica


Difícil falar que a medalha de prata nos Jogos Olímpicos é uma coisa ruim, mas no futebol é diferente. O Brasil mereceu ganhar a prata para que os dirigentes esportivos e a mídia entendam que os Jogos Olímpicos não são apenas futebol.
Imagine se o Brasil conseguisse o OURO? Adriana Araújo, com sua inédita medalha de BRONZE no boxe, Yamaguchi Falcão também, Esquiva, a poucas horas do OURO, seriam, instantaneamente, esquecidos.
E, nossas meninas do futebol? Ninguém fala mais nelas. E o handebol, as meninas espetaculares? E nossos ciclistas, remadores, esgrimistas? Jogadores de vôlei de bronze e de prata, esqueceu ou ainda lembra deles? Lembra do judô de OURO?
Pois então, levantadores de peso, corredores, saltadores, ginastas, atletas de todas as modalidades seriam massacrados com uma mídia que só pensa em futebol, e num país aonde a glória é ser igual a Neymar.
Jogos Olímpicos de 2012 seriam lembrados como o OURO do Neymar, sequer do Hulk que jogou muito! E Zanetti iria entrar pra história lá de São Caetano do Sul. Aliás, você sabe quem é Zanetti?
Em uma entrevista que fiz com João Havelange, perguntei a ele: Porque não há nenhuma camisa da Marta pra vender? Eu não quero comprar a camisa do Neymar, quero vestir a camisa da Marta! Ele respondeu: Você tem toda razão. E me deu uma camisa oficial da Marta.
Ok. Tenho a camisa da Marta! A camisa velha! Sim, porque as meninas jogaram com o uniforme antigo da seleção. Nestes Jogos Olímpicos, o uniforme masculino era novo, das meninas, era velho.
E quanto eles ganham? Mas e daí quanto eles ganham? Parabéns pra eles. Que bom que eles ganham muito dinheiro, todo mundo gostaria de ganhar assim.
O problema no Brasil é de gestão esportiva e de mídia. A mídia massacra nossos atletas, querendo que eles sejam os melhores do mundo sempre, mas a mídia não dá espaço para os atletas aparecerem, terem um bom retorno e poderem alavancar patrocinadores com, ao menos, este argumento.
Já as empresas só patrocinam medalhistas, ninguém está preocupado em patrocinar os futuros atletas, a base do esporte neste país. Vai lá perguntar pra Adriana Araújo, pro Yamaguchi quais são seus patrocínios e desde quando. Fale com Zanetti também, lembra dele?
Por fim, a tecla da gestão esportiva. A organização, ou a falta de organização do futebol no país, a esculhambação dos clubes em todos os esportes e a falta de valores morais ao contratar e demitir técnicos, ao contratar e dispensar atletas, os tratando, sempre, como mercadoria. Não há respeito na gestão esportiva do Brasil. E a culpa não é de nossos atletas! É a gestão que acomodou o esporte e a imprensa no país a viver com a glória do futebol e com o esquecimento dos demais esportes.
E quando essa ordem inverte, os outros esportes sobressaem, a mídia, os gestores e os patrocinadores, saem correndo para aproveitar pra aparecer.
Enquanto isso, são nossos atletas, sejam do futebol masculino, feminino, do ciclismo, do levantamento de peso, do boxe, do remo etc, que carregam a frustração e a tristeza pra casa.
Talvez ganhar a prata no futebol seja uma medalha azeda, mas, neste momento e, sinceramente, prefiro não ligar e valorizar e me deliciar com o doce OURO do Zanetti, o BRONZE do Yamaguchi e da Adriana Araújo, balançar a bandeira pela Sarah Menezes e de todos nossos atletas que sem apoio da imprensa, dos patrocinadores e da gestão esportiva, fizeram o Brasil brilhar em Londres.

Fabiana Bentes
Diretora e Jornalista Responsável
Portal MemoriaOlimpica.com

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Governador debate projeto do Conselho Estadual de Comunicação com jornalistas e blogueiros

Os principais pontos do projeto de lei que vai instituir o Conselho Estadual de Comunicação serão apresentados pelo governador Tarso Genro a blogueiros e jornalistas nesta sexta-feira (3), às 11h, no Palácio Piratini. Após a apresentação, será aberto espaço para perguntas. O projeto também será colocado para discussão no Gabinete Digital.
O projeto de lei dispõe sobre os objetivos, as competências e a composição do Conselho e propõe a realização de uma Conferência Estadual de Comunicação Social a cada dois anos.


Mais em: Gabinete Digital — Governador debate projeto do Conselho Estadual de Comunicação com jornalistas e blogueiros

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

1º DE AGOSTO: #VAIBRASIL EM LONDRES


Depois de acompanhar nosso campeão César Cielo ao longo das eliminatórias e semifinais, esta quarta-feira tem chance de medalha na grande final dos 100m nado livre. A Seleção Brasileira, comandada por Mano Menezes, também fecha neste dia sua participação na primeira fase dos Jogos. Tiago Camilo, no judô categoria até 90kg, e Thiago Pereira, nos 200m nado medley, são os outros destaques do dia. #VaiBrasil!

5H

TIRO ESPORTIVO – ELIMINATÓRIAS - PISTOLA DE 25M FEMININO

Presença da brasileira Ana Luiza Ferrão

ESGRIMA – ESPADA INDIVIDUAL MASCULINO – ELIMINATÓRIAS

Presença do brasileiro Athos Schwantes

5H30

REMO – SEMIFINAIS - SKIFF SIMPLES MASCULINO

Presença do brasileiro Anderson Nocetti

6H

NATAÇÃO – ELIMINATÓRIAS - 100M LIVE FEMININO

Presença da brasileira Daynara Paula

6H05

JUDÔ – ELIMINATÓRIAS

  • Categoria até 90kg (Masculino) – Presença do brasileiro Tiago Camilo, sexto colocado do ranking
  • Categoria até 70kg (Feminino) – Presença da brasileira Maria Portela, oitava colocada no ranking

6H21

NATAÇÃO – ELIMINATÓRIAS - 200M COSTAS MASCULINO

Presença do brasileiro Leonardo de Deus e do americano Ryan Lochte, um dos grandes nomes dos Jogos

7H06

NATAÇÃO – ELIMINATÓRIAS -  200M MEDLEY MASCULINO

Presença dos brasileiros Thiago Pereira e Henrique Rodrigues e dos americanos Ryan Lochte e Michael Phelps

8H /

11H20

VELA

  • Classe Laser (Masculino) – Presença do brasileiro Bruno Fontes – Regatas 5 e 6
  • Classe RS:X (Masculino) – Presença do brasileiro Ricardo Winicki, o bimba - Regatas 3 e 4
  • Classe RS:X (Feminino) – Presença da brasileira Patrícia Freitas – Regatas 3 e 4
  • Classe Laser Standard (Feminino) – Presença da brasileira Adriana Kostiw – Regatas 5 e 6 (horários de início da primeira e da última regata)

8H30

CICLISMO- PROVA DE ESTRADA CONTRA O RELÓGIO - FEMININO

Presença da brasileira Clemilda Fernandes

9H45

BOXE – ELIMINATÓRIAS -  ATÉ 56KG MASCULINO

Presença do brasileiro Robenilson de Jesus

10H

TÊNIS - SEGUNDA RODADA - DUPLAS MASCULINO

Presença dos brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares

10H15

CICLISMO- PROVA DE ESTRADA CONTRA O RELÓGIO - MASCULINO

Presença do brasileiro Magno Nazaret

10H30

BASQUETE FEMININO – PRIMEIRA FASE

Austrália x Brasil (Grupo B)
Nossa seleção enfrenta a fortíssima Austrália no terceiro compromisso da primeira fase. Jogão!

FUTEBOL MASCULINO

Brasil x Nova Zelândia (Grupo C)
Seleção brasileira fecha participação na primeira fase contra a Nova Zelândia

11H30

VÔLEI DE PRAIA FEMININO – PRIMEIRA FASE

Juliana/Larissa (BRA) x Háječková/Klapalová (RTH)

12H

JUDÔ – FINAL - CATEGORIA ATÉ 70KG FEMININO

Possível presença da brasileira Maria Portela, oitava colocada no ranking

12H10

JUDÔ – FINAL - CATEGORIA ATÉ 90KG MASCULINO

Possível presença do brasileiro Tiago Camilo, sexto colocado do ranking

12H15

HANDEBOL FEMININO – PRIMEIRA FASE

Grã-Bretanha x Brasil (Grupo A)
Em busca da medalha inédita, seleção brasileira encara mais um desafio, desta vez contra as donas da casa

12H30

GINÁSTICA ARTÍSTICA – FINAL - INDIVIDUAL MASCULINO

Presença do brasileiro Sergio Sasaki

16H

VÔLEI DE PRAIA MASCULINO – PRIMEIRA FASE

Ricardo/Pedro Cunha (BRA) x Binstock Reader (CAN)

16H16

NATAÇÃO – FINAL - 100M LIVRE MASCULINO

Apesar de não ser sua prova preferida, César Cielo vai brigar pelo pódio. Seu principal concorrente é o australiano James Magnussen

18H

VÔLEI FEMININO – PRIMEIRA FASE

Brasil x Coreia do Sul (Grupo B)
Mais um desafio para a seleção brasileira na primeira fase
Fonte: http://memoriaolimpica.com