terça-feira, 7 de abril de 2009

Bem Viver com Educação à Distância (EaD)



Estou fazendo um curso técnico de informática - com ênfase em desenvolvimento de softwares - pela FURG, no Pólo de Santo Antônio da Patrulha. Tudo gratuito. Há aulas presenciais e a maioria à distância pela internet. Um trabalho me exigiu tal reflexão descrita abaixo:

Nas últimas duas décadas, vivemos duas situações distintas em relação a Educação. Lembro de um tempo onde entrar na universidade era coisa de pessoas diferenciadas, ricas ou com boa formação intelectual, seja pelo bom ensino de base ou pelo próprio esforço. Neste período da década de 90, percebíamos o sucateamento do ensino público, privatização de RUs (Restaurantes Universitários) e grandes avanços no ensino privado. Ou seja, curso superior era, na grande maioria, para ricos.

Nos últimos cinco anos, percebemos grandes avanços no ensino público, na verdade ainda pouco ao que queremos. Porém, é uma realidade um investimento maior nas universidades e em escolas técnicas públicas em relação ao ensino privado.

E a Educação à Distância tem um papel fundamental nessa evolução. Hoje, sabemos de comunidades ribeirinhas ao Rio Amazonas com laboratórios de informática, atendendo as necessidades do local. A descentralização do ensino é o grande lance da EaD, o estudante não precisa mais se deslocar para os grandes centros econômicos. Assim ele poupa tempo, dinheiro e não deixa a família.

Nunca a oportunidade de estudar foi tão facilitada nesse país. Basta boa vontade e ir atrás.
É muito bom viver com acesso a informação gratuita.