terça-feira, 14 de outubro de 2008

Secretaria de Esportes, Recreação e Lazer já


Passada a eleição, agora é o momento dos partidos se reunirem e decidirem quem vai assumir os quadros das secretarias municipais. Em muitos municípios a Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer fica na sobra, pois muitos partidos não a querem por não ter verbas significativas. Em outros municípios (quase todos) nem existe esta pasta, muitas vezes é uma subsecretaria ou simplesmente um departamento num canto de uma outra secretaria, com pouca estrutura e trabalhando somente na organização de campeonatos.

Tendo em vista a importância que o esporte e atividade física têm para o cidadão. É extremamente necessário que se dê mais atenção a essa área e que entre no planejamento estratégico econômico de todos os municípios brasileiros. Estudos de órgãos internacionais dão conta que a cada Real investido em atividade física, oito são poupados em Saúde. Pois uma pessoa ativa, dificilmente terá hipertensão, depressão, diabetes, entre outras doenças que lotam os hospitais e oneram significativamente os cofres públicos pela falta do hábito de uma vida saudável.

No meu ponto de vista a criação de uma secretaria que incentive e fomente a prática esportiva, o culto ao corpo e a prevenção à saúde trará qualidade de vida aos cidadãos e economia aos cofres públicos. A secretaria podia ser dividida em 3 departamentos: Esportes de Rendimento, Esporte participativo (à todas as idades) e Esporte Escolar (no turno oposto ao de aula). Com um bom planejamento e com um Prefeito que apoie essa secretaria, com certeza não faltará recursos. A Lei de Incentivo ao esporte está aí para ser aplicada, o Governo Federal está com bons programas, é só arregaçar as mangas e ir atrás.

Prefeito, está na sua mão a decisão e a responsabilidade de oferecer melhor qualidade de vida aos cidadãos.

Abraço a todos!