segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Organização Mundial da Saúde adverte: Sedentarismo eleva casos de morte

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a tendência ao sedentarismo já é o quarto maior fator de risco de mortalidade no mundo. A ausência de uma disciplina de atividades físicas como causa mortis só perde para as doenças relacionadas ao aumento da pressão arterial, ao fumo e à glicemia elevada.

De acordo com os estudos, o sedentarismo é responsável por pelo menos 21% dos casos de tumores malignos na mama e no cólon, assim como por 27% dos registros de diabetes e 30% das queixas de doenças cardíacas. As pesquisas foram feitas com três grupos distintos: crianças e adolescentes com idade de 5 a 17 anos, jovens e adultos com idade de 18 a 64 anos e homens e mulheres com mais de 65 anos.