segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Dilma garante aumentar investimentos no esporte


No dia em que o Brasil comemora 90 anos de suas primeiras medalhas olímpicas, nos Jogos da Antuérpia, a candidata da coligação Para o Brasil Seguir Mudando, Dilma Rousseff, foi recebida no Comitê Olímpico Brasileiro (COB), no Rio de Janeiro. Falando para atletas, delegados do Comitê e convidados, a petista disse que não considera “baratinho” investir em esporte, como seu adversário vem dizendo. 
“Não acho que o esporte é baratinho. Tampouco acho que para fazer esporte pode ser feito com pouco dinheiro. O nosso país tem um tamanho que justifica que os nossos sonhos também tenham o tamanho dele”, disse, sob aplausos. “Tenho certeza de que somos capazes de investir em trem de alta velocidade e ao mesmo tempo fazer metrô. Acabou a época de pensar pequeno e realizar menos ainda. Agora, pensamos alto e buscamos realizar ainda mais.”
Dilma ganhou do campeão olímpico Joaquim Cruz um uniforme personalizado dos atletas brasileiros. Vestida com o agasalho verde e amarelo, ela lembrou o seu comprometimento com a realização dos Jogos Olímpicos e a instalação de centros de excelência para esportes de alto rendimento no Brasil.
O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, elogiou os avanços conquistados no governo Lula para a área do esporte e citou a lei de incentivo que isenta de impostos os investimentos em projetos esportivos e a importação de equipamentos. O dirigente pediu aplausos para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela conquista dos Jogos Olímpicos para o Brasil.
Oportunidades para os jovens
A candidata afirmou que as Olimpíadas de 2016 devem servir para o Brasil ter esporte de alto rendimento e para o desenvolvimento social dos seus jovens. “Queremos fazer das Olimpíadas um instrumento para tornar o Brasil uma das maiores e melhores potências esportivas do mundo e num país campeão de oportunidades para seus jovens. Queremos ser uma potência esportiva e social. É o que queremos desse grande evento que são as Olimpíadas.”
Dilma defendeu a ampliação do programa Bolsa Atleta e que ele seja estendido também para aqueles que já recebem patrocínios. Segundo ela, outro programa que deve ser expandido é o Segundo Tempo, que dá às crianças e aos jovens a oportunidade de praticar esportes quando saem das aulas.

Fonte: www.dilma13.com.br